Juro nos EUA faz Bovespa despencar no fechamento

O Ibovespa, principal índice da Bolsa de Valores de São Paulo, aprofundou as perdas nas duas últimas horas de pregão, em perfeita sincronia com o comportamento das bolsas nos Estados Unidos (EUA), que passaram a recuar com mais força após o comunicado da reunião do Federal Reserve (o BC americano) sobre os juros americanos. De acordo com uma fonte, as frases do Fed teriam sido mais agressivas em relação aos juros do que esperava o mercado. No fechamento, a bolsa paulista registrava forte desvalorização de 2,55%, aos 36.682 pontos, com volume financeiro de R$ 2,78 bilhões. Profissionais consultados não relacionaram a queda da Bovespa à escolha do novo ministro da Fazenda, Guido Mantega, para o lugar de Antonio Palocci, já que, antes do Fed, o Ibovespa chegou bater a máxima de +0,24%. No entanto, o receio de que a política de queda dos juros seja acelerada afetou o setor bancário. Bradesco ON (-3,81%) e PN (-2,66%) despencaram, assim como as ações ordinárias do Banco do Brasil (-6,5%).

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.