Juro para janeiro de 2008 fecha em leve alta, a 14,48%

O contrato de juro para janeiro de 2008 (o mais negociado) fechou a quinta-feira em leve alta, projetando taxa de 14,48%, contra taxa de 14,47% de ontem. O cenário externo foi novamente um obstáculo à melhora do mercado de juros, apesar da boa notícia do Índice Geral de Preços - Disponibilidade Interna (IGP-DI) de março, que mostrou uma deflação muito mais intensa do que a prevista. A expectativa dos mercados internacionais pelo payroll (relatório sobre emprego, dos EUA) de março, que será divulgado amanhã, não dá um espaço sereno aos negócios lá fora e os juros dos títulos do Tesouro norte-americano (Treasuries) sobem forte. Os juros futuros, durante a maior parte da manhã, permaneceram estáveis e começaram a tarde com um leve viés de alta. O IGP-DI de março, divulgado esta manhã, indicou deflação de 0,45%, bem maior que a de fevereiro, quando a queda foi no índice foi de 0,06%. As expectativas do mercado variavam de -0,35% a -0,10%. No acumulado de 12 meses, o IGP-DI mostrou a primeira queda de sua história (-0,29%), segundo a Fundação Getúlio Vargas (FGV).

Agencia Estado,

06 Abril 2006 | 16h44

Mais conteúdo sobre:
finanças

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.