Juros domésticos caem, confiantes em queda da Selic

O contrato futuro de juro para o mês de janeiro de 2007 (o mais negociado) fechou a sexta-feira em queda na Bolsa de Mercadorias & Futuros (BM&F), projetando taxa de 15,11% ao ano, contra 15,20% no fechamento dos negócios ontem. O mercado continuou ancorado numa perspectiva positiva de queda da taxa básica de juro (Selic) - talvez em dose até maior do que a última. O IPCA de fevereiro (0,41%), divulgado hoje, veio dentro do esperado e teve efeito neutro. O número de novas vagas de trabalho criadas nos EUA (payroll) subiu 243 mil em fevereiro, superando a expectativa dos economistas de aumento médio de 212 mil. Mas a variação para janeiro foi revisada em baixa, para aumento de 170 mil novas vagas, do cálculo de 193 mil informado anteriormente. Essa revisão atenuou o efeito do resultado de fevereiro, segundo alguns analistas ouvidos aqui. O número de vagas criadas para dezembro foi revisado em leve alta, para aumento de 145 mil, de alta de 140 mil calculada antes.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.