Juros domésticos fecham em queda

O contrato futuro de juro para o mês de janeiro de 2007 (mais negociado)fechou em queda nesta segunda-feira, projetando taxa de 15% ao ano, contra 15,02% no fechamento dos negócios ontem. Os juros futuros acompanharam basicamente o comportamento do dólar - que subiu no início do dia e reverteu a alta depois - e a queda mais acentuada nos juros dos títulos do Tesouro norte-americano (Treasuries) ao final da manhã. As notícias envolvendo o nome do ministro da Fazenda, Antonio Palocci, na edição de hoje do Estado de S. Paulo, de que ele teria participado de reuniões numa mansão em Brasília, onde seria dividido dinheiro de origem suspeita entre membros da chamada república de Ribeirão Preto, não chegaram a deixar o mercado estressado ou a provocar alta significativa nos juros futuros, mas o assunto continuará sendo acompanhado. A assessoria de Palocci voltou a negar que o ministro tenha ido à mansão ou que soubesse de qualquer atividade por lá. Para o mercado de juros, o que acontece lá fora tem mais importância, no momento, do que o noticiário político local.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.