Juros domésticos fecham em queda pelo 5º dia seguido

O contrato futuro de juro para o mês de janeiro de 2007 (o mais negociado) fechou a quarta-feira em queda, pelo quinto dia consecutivo, projetando taxa de 14,96% ao ano, contra 15% no fechamento dos negócios ontem. Os juros dos títulos do Tesouro norte-americano (Treasuries) operavam em alta nesta tarde, mas depois do recuo forte de ontem, continuam em patamares fora da zona de estresse. A expectativa nas mesas operações das instituições financeiras para a ata do Comitê de Política Monetária (Copom), que será divulgada manhã, a partir das 8 horas, é positiva, embora alguns analistas tenham freado um pouco o otimismo com o documento. Se vierem sinais muito fortes no documento conduzindo a interpretação do mercado para um próximo corte de 1 ponto porcentual, os juros futuros podem cair mais. Caso contrário, o efeito deve ser neutro.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.