Juros dos títulos do Tesouro dos EUA sobem após dados

Os preços dos títulos do Tesouro dos EUA caíram, com respectiva alta dos juros, pressionados por uma nova série de fortes indicadores econômicos, segundo analistas. Primeiro, o índice de atividade industrial Empire State do Fed de Nova York registrou uma acentuada alta em março, subindo para 31,16, de 21,02 em fevereiro. Ao mesmo tempo, o "Livro Bege" do Fed - sumário das condições econômicas dos EUA - mostrou que a atividade econômica "continuou se expandindo" na maioria dos distritos, enquanto os custos de mão-de-obra e os preços no varejo permaneceram sob controle e os preços dos imóveis residenciais mostraram sinais de desaceleração. Com aqueles dados, junto com a série de forte informes econômicos divulgados no início da semana, "o mercado está assumindo que o vigor que temos visto vai continuar pelo restante do trimestre e no segundo trimestre", disse Mary Ann Hurley, vice-presidente de renda fixa da D.A. Davidson, em Seattle. Isso ajudou a confirmar as expectativas de mercado de até dois apertos adicionais de 25 pontos-base no juro dos EUA, hoje em 4,5%. Os mercados esperam um aumento da taxa de juro de curto prazo para 4,75% no dia 28 de março. No final da sessão, o juro projetado pelo papel de 30 anos (T-bond) estava em 4,752%, de 4,708% ontem; o juro do título de 10 anos (T-note)estava a 4,729%, de 4,696% ontem; o juro da T-note 2 anos estava a 4,674%, de 4,64% ontem. As informações são da Dow Jones.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.