Juros futuros começam o dia em baixa

As projeções das taxas de juros a partir dos contratos futuros de depósitos interfinanceiros (DI) negociados hoje na Bolsa de Mercadorias & Futuros (BM&F) apresentam ligeira baixa. O vencimento de janeiro de 2008, que é o mais negociado, estava em 12,29% ao ano às 10h10, ante taxa de fechamento ontem de 12,31% ao ano. O DI de janeiro de 2009 estava em 12,14% no mesmo horário, ante 12,16% ao ano ontem. Operadores de mercado previam que a espera por dados econômicos dos EUA poderia manter os juros futuros entre a estabilidade e uma ligeira correção para cima. Afinal, ontem as taxas caíram com força, dando seqüência à toada do final de 2006. Mas, como em Wall Street os índices futuros das bolsas norte-americanas operam em alta expressiva (o S&P 500 avançava 0,47% e o Nasdaq futuro subia 0,80%) e o mercado de juros quer mesmo é derrubar as taxas, os juros voltaram a cair no pregão eletrônico no começo desta manhã. Segundo as fontes consultadas pela Agência Estado, o clima nas mesas de operação continua sendo de muito otimismo com as perspectivas para a política monetária. Talvez até mais otimista do que têm expressado economistas em relatórios e na pesquisa Focus. "O mercado espera uma taxa Selic mais baixa do que projeta a pesquisa Focus para o final de 2007", diz um operador. Na pesquisa divulgada ontem, a projeção para a Selic ao final deste ano manteve-se em 11,75% ao ano. Esse cenário positivo continua se baseando na inflação sob controle - ainda que alguns indicadores, como o IPC-S, mostrem altas pontuais - e na fraqueza da atividade econômica. "O mercado tem melhorado por perceber que há espaço para quedas mais expressivas do juro. Não vejo nenhum motivo de estresse do mercado vindo do lado da inflação e da atividade", afirma um operador. O que poderia gerar uma correção nos preços hoje, segundo profissionais, seria uma decepção com os indicadores norte-americanos, ou ainda alguma surpresa com a ata do Federal Reserve (Fed, o banco central americano).

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.