Juros futuros encerram em alta, com piora nos mercados

Os contratos futuros de depósito interfinanceiro (DI) na Bolsa de Mercadorias & Futuros (BM&F) se aproximaram das máximas no fechamento, por conta da turbulência internacional motivada pelos ataques de Israel ao Líbano. O DI com vencimento para janeiro de 2008, o mais negociado, chegou ao pico de 14,97% ao ano, mas recuou um pouco logo em seguida e encerrou projetando juro de 14,95% ao ano. No dia anterior, este mesmo contrato terminou a 14,87% ao ano. O foco de risco geopolítico aumentou bastante no Oriente Médio hoje, com o crescimento da ofensiva de Israel sobre o Líbano, tentando forçar o país a conter as ações do Hezbollah. Pela manhã, Israel partiu para o primeiro ataque direto contra estruturas militares libanesas desde o seqüestro: ataques aéreos a duas bases do Exército libanês perto da fronteira com a Síria deixaram fora de operação, ao menos momentaneamente, a força aérea do Líbano, que conta agora apenas com helicópteros. Israel atacou também o único aeroporto internacional de Beirute, capital do Líbano. Com os ataques, o petróleo fechou em nível recorde em Nova York, a US$ 76,55 o barril, o que contribuiu para a piora nos mercados ao redor do mundo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.