Juros futuros oscilam com varejo e dólar

O resultado aquém do esperado das vendas do varejo em junho no Brasil trouxe viés de baixa

Renata Pedini, da Agência Estado,

14 de agosto de 2013 | 11h41

Os juros futuros oscilavam na manhã desta quarta-feira próximos da estabilidade e sem rumo definido. No início do dia, o resultado aquém do esperado das vendas do varejo em junho no Brasil trouxe viés de baixa. Depois disso, o dólar valorizado ante o real garantia ligeira alta às taxas. "O mercado anda de lado hoje", resumiu um profissional de renda fixa.

Segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), as vendas do comércio varejista no conceito restrito subiram 0,5% em junho ante maio, na série com ajuste sazonal, menos que a mediana das estimativas dos analistas ouvidos pelo AE Projeções. As expectativas iam de recuo de 0,20% a avanço de 1,80% nas vendas, com mediana de 0,60%. Na comparação com junho de 2012, as vendas cresceram 1,7%. A mediana era de 2,20%, com base em um intervalo de 0,50% a 4,50.

Às 11h28, o contrato de Depósito Interfinanceiro (DI) tinha taxa de 8,97%, ante 8,95% no ajuste de ontem. O DI para janeiro de 2015 indicava 9,91%, ante 9,88% no ajuste da véspera e o DI para janeiro de 2017 apontava 11,19%, igual ao ajuste de ontem. O dólar à vista no balcão tinha alta de 0,17%, a R$ 2,313.

Tudo o que sabemos sobre:
taxa de juros

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.