Juros na BM&F fecham em leve alta

Hoje o mercado de juros, num primeiro momento, deu seqüência à queda das taxas futuras, que vem acontecendo nos últimos dias, acompanhando o clima tranqüilo que se verificou no exterior, logo após à divulgação dos dados sobre o mercado de trabalho norte-americano, também conhecido por payroll. Foram criadas, nos EUA, 111 mil vagas de trabalho, 44 mil abaixo das previsões. Mas, como houve revisão dos dados de dezembro, que subiram de 167 mil postos de trabalho criados para 206 mil postos de trabalho, o saldo do payroll foi considerado em linha com as expectativas, corroborando o cenário de economia forte. Já num segundo momento, os contratos de depósitos interfinanceiros (Dis) desaceleraram o ritmo de queda, provavelmente refletindo ajustes técnicos nesse mercado, segundo operadores. Tanto que o DI mais negociado, com vencimento em janeiro de 2008 fechou em leve alta, projetando taxa de 12,38% ao ano, ante 12,37% ao ano de ontem na Bolsa de Mercadorias & Futuros (BM&F).

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.