Juros operam perto da estabilidade em semana de Copom

A expectativa diante da agenda pesada desta semana, com Copom, reunião do Banco Central Europeu (BCE) e dados de emprego nos Estados Unidos, impõe cautela aos mercados financeiros nesta segunda-feira, 31. Os juros futuros oscilam perto da estabilidade, com os DIs mais curtos espelhando a aposta consolidada de alta de 0,25 ponto porcentual da Selic, para 11%, na quarta-feira, 12. A expectativa para o comunicado é em busca de sinais sobre a extensão do ciclo de aperto monetário.

UCIANA ANTONELLO XAVIER, Agencia Estado

31 de março de 2014 | 09h44

As taxas mais longas de juros também operam com pouca oscilação, mas mostrando viés de alta, podendo dar continuidade ao movimento de realização de lucros iniciado na sexta-feira, 28. A pesquisa Focus divulgada hoje mostrou pouca mudança nas estimativas do mercado, com leve alta para IPCA de 2014, de 6,28% para 6,30% e no IPCA top 5 médio prazo para 2014, de 6,39% para 6,43%.

Às 9h21, o DI para janeiro de 2015 tinha taxa de 11,13%, estável em relação ao ajuste de sexta-feira. O DI para janeiro de 2017 exibia taxa de 12,48%, de 12,43%, estável ante ajuste de sexta-feira.

Hoje, a FGV divulgou que o Índice de Confiança de Serviços (ICS) recuou 0,4% na passagem de fevereiro para março, na série com ajuste sazonal, indo de 117,4 pontos para 116,9 pontos no período, abaixo de sua média histórica, que é de 123,8 pontos. Já a confiança do empresário do comércio evoluiu em um ritmo desfavorável no primeiro trimestre de 2014. O Índice de Confiança do Comércio caiu 2,1% na comparação com igual período de 2013. Em fevereiro, a taxa trimestral interanual havia sido de -1,2%.

Tudo o que sabemos sobre:
juros futurosCopom

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.