Juros sobem acompanhando a valorização do dólar

Os juros futuros fecharam em alta nesta quinta-feira, 15, em especial na ponta longa, acompanhando a valorização do dólar. A ausência de novidades nas declarações de autoridades do Banco Central feitas hoje também colaborou para esse cenário. Além disso, operadores avaliam que o lote robusto de papéis prefixados oferecidos pelo Tesouro nesta manhã embute prêmios nos contratos mais longos, o que acaba influenciando os DIs. Por outro lado, a desaceleração do IGP-10 e a queda nas vendas no varejo acabaram em segundo plano, mas contribuíram para evitar um avanço maior das taxas.

ÁLVARO CAMPOS, Agencia Estado

15 de maio de 2014 | 16h57

Ao término da sessão regular na BM&FBovespa, o contrato de depósito interfinanceiro (DI) para julho de 2014 (17.330 contratos) estava em 10,860%, de 10,857% no ajuste da sessão anterior. O DI para janeiro de 2015 (60.840 contratos) marcava 10,98%, na máxima e igual ao ajuste da véspera. O DI para janeiro de 2017 (266.315 contratos) projetava taxa de 12,08%, ante 12,04%. E o DI para janeiro de 2021 (46.720 contratos) indicava 12,34%, de 12,28%.

A economia da zona do euro teve desempenho mais fraco que o esperado no primeiro trimestre de 2014 e a inflação permaneceu baixa em abril, o que aumentou a probabilidade de o Banco Central Europeu (BCE) adotar novas medidas de estímulo no próximo mês. Isso pressionou o euro e levou junto moedas emergentes e ligadas a commodities. O dólar à vista no balcão subiu 0,68% hoje, fechando a R$ 2,2220.

No noticiário doméstico, a FGV informou que a inflação de maio medida pelo IGP-10 subiu 0,13%, desacelerando-se ante a alta de 1,19% verificada em abril. O resultado ficou dentro das estimativas de analistas ouvidos pelo AE Projeções, mas abaixo da mediana, de 0,29%. Já o IBGE divulgou que as vendas do comércio varejista recuaram 0,5% em março ante fevereiro, o pior resultado para o setor, no conceito restrito, desde maio de 2012, e contrariando a previsão mediana de estabilidade.

Tudo o que sabemos sobre:
Taxas de juros

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.