Juros sobem com temores quanto à economia dos EUA

O contrato de depósito interfinanceiro (DI) com vencimento em janeiro de 2008, tradicionalmente o mais negociado na Bolsa de Mercadorias & Futuros (BM&F), terminou o dia com taxa de 12,36% ao ano. Ontem, este mesmo contrato projetava taxa de 12,30% ao ano. As taxas passaram por uma correção em alta hoje no pregão do mercado de juros, em ajuste ao tom de cautela da ata do Federal Reserve (Fed), banco central norte-americano, divulgada ontem. As operações viva-voz já tinham sido encerradas quando o documento foi apresentado. Na ata, a autoridade monetária mostrou preocupação com o crescimento da economia dos Estados Unidos, além de mencionar riscos quanto à inflação. Indicadores econômicos fracos anunciados nos EUA hoje contribuíram para aumentar a apreensão dos investidores. O índice de atividade do setor de serviços do Instituto para Gestão de Ofertas (ISM) referente a dezembro caiu para 57,1, mais que o previsto por analistas (redução para 57,5). Além disso, as encomendas à indústria aumentaram 0,9% em novembro, menos que o esperado por economistas (alta de 1,3%). E o número de pedidos de auxílio-desemprego feitos na semana até 30 de dezembro subiram 10 mil, enquanto analistas esperavam aumento de mil.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.