Kuwait vê como improvável corte na produção da Opep

O Ministro de Petróleo do Kuwait, Ali al-Omair, vê como improvável a possibilidade de a Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep) cortar a produção para contrabalançar a queda nos preços.

AE, Estadão Conteúdo

12 de outubro de 2014 | 12h53

Segundo a agência estatal de notícias KUNA, Omair lembrou que a meta da OPEP, de 30 milhões de barris por dia, não foi atingida até o momento e que uma redução na produção não necessariamente melhoraria os preços, tendo em vista que outros produtores estão com elevados níveis de oferta.

A Opep se prepara para discutir os níveis de produção em 27 de novembro. Embora Kuwait seja contrário a um corte, a visão não é consensual no grupo. A Venezuela, por exemplo, defende a redução o ministro de Relações Exteriores, Rafael Ramírez, pediu na sexta-feira por uma reunião urgente para lidar com a queda dos preços. Omair afirmou não ter recebido nenhum convite, mas acrescentou que compareceria se houvesse uma reunião emergencial. Fonte: Dow Jones Newswires.

Tudo o que sabemos sobre:
Kuwaitopepprodução

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.