Leilão da Varig é remarcado para o dia 19

A Justiça do Rio remarcou a data do novo leilão judicial da Varig, do dia 18 para o dia 19 deste mês. A mudança foi necessária para que eventuais competidores da VarigLog, única candidata até agora, tenham tempo de depositar o sinal obrigatório de US$ 24 milhões para participar da disputa.Como só havia um dia de diferença entre o leilão e a assembléia de credores da Varig, marcada para o dia 17, havia o temor de que outros potenciais investidores não pudessem concorrer por falta de tempo para fazer o depósito. A aprovação pelos credores é pré-requisito para a realização do leilão.A Varig apresenta hoje a seus credores modificações no plano de recuperação judicial da companhia. As principais mudanças são em prazos de pagamentos e garantias para quitação de dívidas. Estes quesitos terão de ser adaptados ao fluxo de caixa da Varig, previsto na proposta de compra feita pela ex-subsidiária de logística e transporte de cargas. As adaptações passarão por votação em assembléia na segunda-feira, quando os credores também devem avaliar a oferta da ex-subsidiária, de cerca de US$ 500 milhões."São várias mudanças que serão acrescentadas, como formas e prazos de pagamento (de débitos). Estamos trazendo o projeto para dentro de uma nova realidade", disse o reestruturador da Varig, Marcelo Gomes. As mudanças terão de ser submetidas à nova assembléia porque o plano original de recuperação judicial da empresa já foi aprovado pelos credores em 9 de maio.Segundo uma fonte que acompanha as negociações, as ações judiciais que a Varig move contra o governo por perdas financeiras decorrentes do congelamento de tarifas entre os anos 80 e 90, que totalizam em torno de R$ 4,5 bilhões, serão oferecidas como garantia aos credores. O crédito de R$ 1,3 bilhão que a companhia tem a receber de Estados brasileiros também será usado para sensibilizar os credores.

Agencia Estado,

13 de julho de 2006 | 10h48

Mais conteúdo sobre:
empresas

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.