Libra cai ante dólar após comentários de Carney, do BoE

A libra recuou ante o dólar nesta terça-feira, 24, após comentários do presidente do Banco da Inglaterra (BoE), Mark Carney, lançarem dúvidas sobre o momento do primeiro aumento de juros do Reino Unido.

Agência Estado

24 de junho de 2014 | 18h46

O dirigente afirmou que o crescimento mais fraco que o previsto dos salários no Reino Unido pode influenciar a futura decisão do BC inglês de elevar os juros. Carney também disse que o aumento das taxas dependerá dos próximos dados e que, quando vier, será limitado e gradual.

"O mercado ficou com a visão de que o BoE vai elevar as taxas de juros antes do Fed, mas que isso é algo para 2015 e não para 2014", afirmou Michael Woolfolk, estrategista do BNY Mellon.

O dólar, por sua vez, chegou a subir também ante o iene e o euro após dados surpreendentes da economia dos EUA, mas perdeu força com um movimento de aversão ao risco nos mercados. O índice de confiança do consumidor medido pelo Conference Board subiu para 85,2 em junho, de 82,2 em maio, atingindo o nível mais alto em mais de seis anos. A previsão era de avanço menor, para 83,5. As vendas de moradias novas saltaram 18,6% no mês passado, para 504 mil unidades, superando de longe a estimativa de 435 mil. Nesse caso, o avanço foi o maior em 22 anos.

No fim da tarde em Nova York, a libra caía para US$ 1,6987, de US$ 1,7025 no fim da tarde de ontem. O dólar caía para 101,93 ienes, de 101,98 ienes. Já o euro tinha leve alta para US$ 1,3608, de US$ 1,3602, e avançava para 138,78 ienes, de 138,68 ienes. Fonte: Dow Jones Newswires.

Tudo o que sabemos sobre:
moedas

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.