Licitação de áreas no Chile ainda é dúvida para Petrobras

O presidente da Petrobras, José Sérgio Gabrielli, confirmou hoje que o governo do Chile quer convidar a estatal brasileira para participar de uma licitação de dez áreas consideradas promissoras para produção de petróleo e gás na região do Estreito de Magalhães, no extremo sul do país. Mas, segundo ele, o comando da Petrobras ainda não decidiu se aceitará o convite. ?Ainda não sabemos, trata-se de uma questão técnica?, afirmou. Gabrielli também comentou que o balanço entre a oferta e a demanda mundial de petróleo está equilibrado e isso sinaliza uma menor volatilidade nos preços da commodity em 2007. ?Para a indústria petrolífera, não há nenhuma razão para os preços do petróleo mudarem de seus atuais níveis?, disse, após participar de uma série de seminários sobre energia realizados durante o Fórum Econômico Mundial. Gabrielli, no entanto, observou que ?há uma enorme sensibilidade a fatores geopolíticos, que podem eventualmente causar grandes oscilações nos preços?.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.