Light convoca assembleia para discutir alteração de tarifas

O Conselho de Administração da Light convocou os acionistas a participarem de assembleia geral extraordinária (AGE) no próximo dia 26 de fevereiro, às 10h, para discutir o termo aditivo ao contrato de concessão proposto, no último dia 2, pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel). A proposta de aditivo faz com que os ganhos de escala nos mercados das distribuidoras passem a ser levados em conta no cálculo das tarifas. Na prática, isso deverá implicar reajustes menores, na maioria dos casos.

Agência Estado,

11 de fevereiro de 2010 | 16h27

 

A Aneel chegou a essa decisão depois que, no ano passado, foi descoberta uma distorção na metodologia de cálculo dos reajustes, o que fez com que os consumidores não fossem beneficiados com o repasse dos ganhos que as empresas têm com o aumento dos seus mercados. Calcula-se que, com isso, os clientes das distribuidoras pagaram cerca de R$ 1 bilhão a mais, desde 2002. O aditivo terá de ser assinado por todas as 64 distribuidoras do país.

 

Segundo o comunicado da Light, o termo aditivo, se for assinado pela empresa, será implementado a partir do primeiro reajuste tarifário de 2010.

Tudo o que sabemos sobre:
açõeselétricasLight

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.