Linhas canceladas serão reintegradas com o aumento da frota, diz Varig

Após ter sido notificada do cancelamento de 119 vôos domésticos, a Varig informou que está planejando a reintegração dessas linhas conforme o aumento de sua frota. De acordo com comunicado da companhia, a retomada desses vôos pode ser solicitada a qualquer momento à Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) e não tem relação com a limitação de slots (permissões para pouso e decolagem) determinada pela Anac no Aeroporto de Congonhas.A Anac, por meio de sua página na internet, divulgou hoje o cancelamento de 23 slots da Varig no Aeroporto de Congonhas, de um total de 125 slots que a empresa mantinha. Sobre essa decisão da Agência, a Varig informou que está analisando a deliberação para se pronunciar nos próximos dias. "A Varig considera que está ocupando o mercado de forma estratégica e gradual, de acordo com seu planejamento e sua capacidade. No mercado doméstico, a Varig continua operando 151 linhas", informou a Varig, por meio de nota.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.