Londres cai 0,34% e Paris sobe 0,23% à espera do Fed

O índice FT-100, da Bolsa de Londres, fechou em queda de 19,5 pontos (0,34%), em 5.760,3 pontos. Ao longo do dia, o mercado oscilou várias vezes entre os territórios negativo e positivo, na expectativa do resultado da reunião do Federal Reserve norte-americano. As ações do setor de telecomunicações caíram, depois de a Cable & Wireless fazer um alerta de queda nos lucros (Cable & Wireless -10,70%, Vodafone -2,28%). As da seguradora Friends Provident subiram 3,47%, em reação a seu informe de vendas do quarto trimestre de 2005. As da companhia aérea EasyJet caíram 2,7%, depois de rebaixamento de recomendação pelos analistas do Citigroup. As da siderúrgica Corus caíram 2,45%. No mês de janeiro, o FT-100 acumulou uma alta de 2,52%. Na Bolsa de Paris, o índice CAC-40 fechou em alta de 11,20 pontos (0,23%), em 4.947,99 pontos. A alta foi liderada pelas ações da Air France/KLM, que subiram 2,35%, sem nenhuma notícia específica sobre a empresa. As da Sanofi-Aventis, do setor farmacêutico, subiram 1,21%, recuperando terreno depois da forte queda de ontem. As da siderúrgica Arcelor recuaram 2,86%, com a diminuição das especulações sobre a possibilidade de a indiana Mittal Steel aumentar sua oferta pela empresa. Outros destaques do pregão foram Eurotunnel (-5,13%) e Avenir Telecom (+7,84%). Um trader disse que o CAC poderá fazer uma nova tentativa de ultrapassar os 5.000 pontos nesta quarta-feira, dependendo do fechamento da Bolsa de Nova York. Em janeiro, o CAC acumulou uma alta de 4,94%.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.