Lucro da Aliansce sobe 375,3% no 3º trimestre

A operadora de shopping centers Aliansce apresentou lucro líquido consolidado de R$ 101,469 milhões no terceiro trimestre de 2014, alta de 375,3% em relação ao mesmo período de 2013. Desse montante, R$ 99,275 milhões se referem ao lucro atribuível aos acionistas controladores e R$ 2,194 milhões aos acionistas não controladores.

THIAGO MORENO, Estadão Conteúdo

11 de novembro de 2014 | 19h41

O documento com apresentação dos resultados também informou o lucro líquido gerencial da empresa no período terminado em 30 de setembro, que atingiu R$ 130,312 milhões, mas não detalhou a variação perante o período anterior.

O Ebitda (lucro antes dos juros, impostos, depreciação e amortização) ajustado atingiu R$ 92,1 milhões no trimestre, elevação de 14,4% na comparação com o mesmo período de 2013. A margem do Ebitda ajustado cresceu 0,7 pontos porcentuais, para 74,8%.

A receita líquida totalizou R$ 109,411 milhões, queda de 0,2%.

A Aliansce explicou que a partir de 1º de janeiro de 2013 adotou o pronunciamento técnico CPC 19 (R2) - relativa à declaração de empreendimentos que uma companhia controla em conjunto - e o pronunciamento técnico CPC 18 (R2) - referente a investimento em controlada e coligada. Com o objetivo de facilitar a análise do desempenho, foram preparadas informações gerenciais baseadas nas práticas contábeis anteriores a este pronunciamento.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.