Lucro da AmBev cresce 81% e soma R$ 2,8 bi em 2006

A AmBev (Companhia de Bebidas das Américas) encerrou 2006 com lucro líquido consolidado de R$ 2,806 bilhões, revelando expansão de 81,5% sobre o lucro de R$ 1,545 bilhão contabilizado no exercício anterior. A receita líquida subiu 10,4%, passando de R$ 15,958 bilhões para R$ 17,612 bilhões.O Ebitda (lucro antes de despesas financeiras, impostos, depreciação e amortizações) do período somou R$ 7,444 bilhões, com avanço de 18,1% sobre 2005. A margem Ebitda subiu de 39,5% para 42,3%.O lucro bruto de 2006 totalizou R$ 11,665 bilhões, com incremento de 14,2% sobre o exercício passado. As despesas operacionais somaram R$ 7,328 bilhões, com aumento de 1,35%. O lucro operacional cresceu 45,2%, para R$ 4,336 bilhões.A AmBev é a maior cervejaria da América Latina e está presente em 14 países. A companhia foi criada em 1º de julho de 1999, com a associação das cervejarias Brahma e Antarctica. Desde março de 2004, a AmBev está associada à belga InBev e com isso passou a ter operações também na América do Norte, com a incorporação da canadense Labatt.Entre as marcas mais conhecidas da AmBev no Brasil estão a cerveja Brahma, Skol, Antarctica e Bohemia. Nos refrigerantes, destaca-se o Guaraná Antarctica.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.