Lucro da Hershey cresce no 2º tri, para US$ 168,2 mi

A fabricante de doces norte-americana Hershey registrou lucro de US$ 168,2 milhões (US$ 0,75 por ação) no segundo trimestre, avanço de 5,4% sobre o de US$ 159,5 milhões (US$ 0,70 por ação) obtido em igual intervalo do ano passado. De acordo com a empresa, as vendas foram robustas no período e compensaram o aumento com custos.

Agência Estado

24 de julho de 2014 | 09h48

Excluindo-se alguns itens, o lucro ajustado por ação foi de US$ 0,76, contra US$ 0,72 há um ano. AS vendas registraram incremento de 4,6%, para US$ 1,58 bilhão. Analistas ouvidos pela Thomson Reuters projetavam uma receita de US$ 1,59 bilhão.

Os custos no segundo trimestre, contudo, avançaram de US$ 1,24 bilhão há um ano para US$ 1,3 bilhão agora, puxados por ingredientes como cacau, leite e nozes. Na semana passada, a fabricante já havia anunciado um aumento médio de 8% em seus preços no atacado nos Estados Unidos, em Porto Rico e também no portfólio de produtos para exportação como consequência dos custos mais altos com matéria-prima, transporte e serviços básicos.

As vendas da Hershey no segundo trimestre nos Estados Unidos cresceram 4,4%, abaixo do esperado. Conforme a empresa, o resultado foi impactado pelas dificuldades econômicas ainda enfrentadas pelo país.

A Hershey vem buscando aumentar seu portfólio de produtos com aquisições de outras companhias, como a Shanghai Golden Monkey, da China, país onde o consumo de doces é crescente. A compra da Shanghai Golden Monkey foi concluída durante o segundo trimestre. Para o restante do ano, a Hershey manteve suas metas de lucro e de receita. Fonte: Dow Jones Newswires.

Tudo o que sabemos sobre:
EUAHersheylucro

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.