Lucro da Johnson&Johnson sobe para US$ 4,33 bi no 2º tri

O lucro por ação ficou abaixo do US$ 1,55 previsto por analistas, mas a receita superou a projeção de US$ 19 bilhões

Agência Estado

15 de julho de 2014 | 10h01

A Johnson & Johnson informou lucro líquido de US$ 4,33 bilhões, ou US$ 1,51 por ação, no segundo trimestre de 2014, aumento de 13,05% ante os US$ 3,83 bilhões, ou US$ 1,33 por ação, registrados em igual período de 2013. A receita cresceu 9,1% na comparação anual, para US$ 19,5 bilhões.

O lucro por ação ficou abaixo do US$ 1,55 previsto por analistas consultados pela Thomson Reuters. Já a receita superou a projeção de US$ 19 bilhões.

De acordo com a empresa, o aumento das vendas do medicamento contra hepatite C Olysio continuou impulsionado a receita da empresa de cuidados com a saúde. O Olysio recebeu um novo impulso em janeiro, quando duas sociedades médicas emitiram um conjunto novas diretrizes de tratamento contra a doença, que incluem uma recomendação para que certos pacientes com hepatite C que não toleram um medicamento mais antigo, Interferon, sejam tratados com uma combinação de Olysio e outro remédio, chamado Sovaldi.

Além disso, a companhia apresentou este ano planos para cortar US$ 1 bilhão em custos nos próximos três anos, em parte consolidando algumas operações e eliminando empregos. Fonte: Dow Jones Newswires.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.