Lucro da Kirin cai 76,5% no primeiro semestre

O lucro da Kirin Holdings - controladora da Brasil Kirin, que detém, entre outras, as marcas Schin e Devassa - caiu 76,5%, para 14,04 bilhões de ienes no primeiro semestre, ante 59,67 bilhões de ienes no mesmo período do ano anterior.

Estadão Conteúdo

07 de agosto de 2014 | 08h36

O ganho operacional no período ficou em 50,3 bilhões de ienes, queda de 17% na mesma base de comparação. Os números, de acordo com a empresa, refletem o recuo no volume de vendas no segundo trimestre, quando aconteceu a Copa do Mundo de 2014, que contou com o patrocínio da concorrente Budweiser.

A receita da Kirin Holdings no semestre caiu para 1,06 trilhão de ienes, de 1,10 trilhão de ienes.

A Kirin reduziu suas estimativas de lucro operacional para o ano no segmento de bebidas integrado do Japão e do Brasil, mas elevou a perspectiva para sua divisão de produtos farmacêuticos. Para o ano fiscal encerrado em dezembro, os lucros operacionais deverão agora atingir 140 bilhões de ienes e o lucro líquido do grupo deve ficar em 49 bilhões de ienes, segundo a empresa. 

Fonte: Dow Jones Newswires.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.