Maior aversão a risco aumenta e impulsiona dólar a R$ 2

Moeda à vista no balcão fechou em alta de 0,30%, após ter começado o dia em baixa

Luciana Antonello Xavier, da Agência Estado,

17 de abril de 2013 | 17h34

O ambiente externo de maior aversão ao risco levou à valorização do dólar ante o real e a maioria das divisas nesta quarta-feira. No Brasil, o dólar à vista no balcão fechou em alta de 0,30%, a R$ 2,00. A moeda norte-americana começou o dia em baixa, tendo atingido a mínima de R$ 1,985 (-0,45%) pela manhã.

A partir do final da manhã, no entanto, o dólar virou e seguiu em alta até o fechamento, reagindo a um mix de notícias negativas: comentários do presidente do Banco Central da Alemanha (Bundesbank), Jens Weidmann, e cartas com ricina (substância tóxica) endereçadas ao presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, e a dois senadores norte-americanos. O fluxo cambial no Brasil negativo este mês ajudou a pressionar ainda mais a taxa para cima, até R$ 2,004 (+0,50%). Além disso, apesar da expectativa de alta da Selic, o mercado não vê muito espaço para o dólar cair ante o real.

Perto das 17 horas, o dólar para maio de 2013 tinha alta de 0,55%, a R$ 2,003. O giro no mercado à vista foi de US$ 2,282 bilhões, sendo US$ 2,004 bilhão com liquidação em dois dias úteis (D+2). A taxa Ptax de hoje fechou em R$ 1,9939, com alta de 0,18% em relação ao fechamento desta quarta-feira (R$ 1,9903). A taxa Ptax é resultado de quatro coletas feitas no decorrer da primeira metade dos negócios que, nesta quarta-feira, foram de R$ 1,9856 (10h10), R$ 1,9893 (11h03), R$ 1,9993 (12h09) e R$ 2,0014 (13h13).

Apesar dos vários anúncios de captações de empresas e ofertas públicas iniciais, o Brasil ainda não está atraindo investidores. A saída de dólares do País superou a entrada em US$ 3,002 bilhões entre os dias 1.º e 12 de abril. Na segunda semana de abril, o fluxo cambial foi negativo em US$ 2,941 bilhões. No acumulado do ano até 12 de abril, o fluxo cambial está negativo em US$ 5,102 bilhões.

Tudo o que sabemos sobre:
Fechamentomercadodólar

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.