Maioria das Bolsas da Ásia tem alta seguindo Wall Street

Uma das exceções foi Tóquio, que recuou 0,5% em dia de realização de lucros 

Ricardo Criez e Roberto Carlos dos Santos, da Agência Estado,

23 de março de 2010 | 07h28

Influenciadas pelos resultados positivos e o otimismo de Wall Street, a maioria dos mercados asiáticos fechou em alta nesta terça-feira.

Na Bolsa de Hong Kong, os ganhos só não foram maiores porque os investidores andaram de lado à espera do balanço anual do Bank of China, o primeiro das grandes bancos estatais de crédito a anunciar os resultados de 2009. O índice Hang Seng subiu 54,53 pontos, ou 0,3%, e terminou aos 20.987,78 pontos.

 

Já a Bolsa de Tóquio fechou em queda ante uma leve mas disseminada realização de lucros, provocada em parte pela resistente alta do iene, que acabou anulando o efeito do pesado volume de compras em ações específicas, como Toshiba e Sony. O índice Nikkei 225 perdeu 50,57 pontos, ou 0,5%, e fechou aos 10.774,15 pontos.

As Bolsas da China também  tiveram ligeira queda, lideradas pelo setor bancário, com expectativas de que eles anunciarão dividendos menores em seus balanços anuais. O índice Xangai Composto perdeu 0,7% e encerrou aos 3.053,13 pontos. O Shenzhen Composto caiu 0,4% e terminou aos 1.181,81 pontos.

O yuan permaneceu estável ante o dólar, mas os contratos futuros dólar-yuan caíram seguindo a volátil sessão depois de o premiê Wen Jiabao dizer que a China teve déficit comercial em março. No mercado de balcão, o dólar fechou cotado em 6,8263 yuans, de 6,8266 yuans do fechamento de segunda-feira.

Por conta da realização de lucros, a Bolsa de Taipé, em Taiwan, teve leve baixa. O índice Taiwan Weighted caiu 0,3% e encerrou aos 7.811,87 pontos.

Na Bolsa de Seul, na Coreia do Sul, o índice Kospi teve alta de 0,6%, e fechou aos 1.681,82 pontos, liderado por ganhos do setor de tecnologia. O índice chegou a atingir 1.689,46 pontos, mas perdeu força com as incertezas sobre a dívida da Grécia.

Na Austrália, o índice S&P/ASX 200 da Bolsa de Sydney teve alta de 0,9% e fechou aos 4.874,8 pontos, a melhor pontuação em nove semanas. O resultado foi puxado pelos setores bancário, de minérios e de energia.

O índice PSE da Bolsa de Manila, nas Filipinas, teve alta de 1,5%, atingindo 3.129,24 pontos.

A Bolsa de Cingapura terminou em alta seguindo os ganhos em Wall Street. O índice Straits Times subiu 0,6% e fechou aos 2.905,66 pontos.

O índice composto da Bolsa de Jacarta, na Indonésia, ganhou 0,7% e fechou aos 2.720,86 pontos, ajudado pela estabilidade da moeda e pela alta em Wall Street. Mas realizações de lucros por fundos locais reduziram os ganhos.

O índice SET da Bolsa de Bangcoc, na Tailândia, ganhou 1,3% e fechou aos 782,48 pontos em forte negociação, ajudado pelos ganhos nos mercados asiático e europeu e contínuo fluxo de capitais.

O índice composto de cem blue chips da Bolsa de Kuala Lumpur, na Malásia, avançou 0,9% e fechou aos 1.304,85 pontos com ganhos em praticamente todos os setores. As informações são da Dow Jones

Tudo o que sabemos sobre:
bolsasÁsiaaltaWall Street

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.