Maioria das bolsas européias termina o dia com ganho

As principais Bolsas européias fecharam em alta, impulsionadas por notícias de fusões e aquisições, pela abertura positiva do mercado norte-americano de ações e pelo bom desempenho do setor de transportes. Os informes de resultados deverão continuar a determinar o comportamento de alguns mercados europeus nos próximos dias; amanhã, por exemplo, serão divulgados os balanços das suecas Volvo, Atlas Copco e Svenska Handelsbanken e o da norueguesa Norsk Hydro. Londres Na Bolsa de Londres, o índice FT-100 operou parte do pregão em queda, mas reverteu a direção e fechou em alta de 10,9 pontos, ou 0,18%, em 6.166,1 pontos. As ações do banco Standard Chartered subiram 2,74%; a instituição anunciou que agora tem controle majoritário do Hsinchu International Bank, de Taiwan, tornando-se o primeiro banco estrangeiro a controlar uma instituição daquele país; além disso, o jornal The Observer disse ontem que a Istithmar, companhia de investimentos governamental do emirado de Dubai, está estudando aumentar sua participação no standard Chartered dos atuais 2,7% para até 20%. No setor de transporte aéreo, as ações da British Airways avançaram 2,90%, em reação à queda dos preços do petróleo. As ações da BP recuaram 0,08%; as da Shell caíram 0,17%, depois de a empresa anunciar que quer comprar a participação dos minoritários na Shell Canada e também em reação ao informe do Observer de que o custo do projeto de exploração de gás em torno da ilha de Sakalina, na Rússia poderá custar até US$ 28 bilhões (a estimativa anterior era US$ 15 bilhões). As ações da siderúrgica anglo-britânica Corus caíram 0,53%, depois de a ThyssenKrupp dizer que não está interessada em adquirir a empresa; ontem, o Sunday Times disse que a brasileira CSN poderá fazer uma oferta pela Corus, que a indiana Tata Steel também pretende comprar. No setor farmacêutico, as ações da GlaxoSmithKline subiram 0,34%, depois de a FDA norte-americana aprovar o medicamento Coreg CR, para problemas cardíacos. Entre as empresas que divulgam informes de resultados, de vendas ou de produção amanhã estão BP, Debenhams, Whitbread, Lonmin, BHP Billiton e Reckitt Benckiser. Paris O índice CAC-40, da Bolsa de Paris, encerrou com ganho de 36,46 pontos, ou 0,68%, em 5.411,81 pontos. As ações da Mittal Steel subiram 2,23%, em meio às especulações sobre mais consolidação no setor siderúrgico. As da EADS caíram 1,61%, ainda refletindo a preocupação com os atrasos no projeto do avião Airbus A380. As da Air-France-KLM subiram 2,09%, em reação à baixa dos preços do petróleo. Outros destaques foram Bouygues (+1,72%) e Thomson (+1,50%). As ações da Euro Disney, que divulgou relatório anual, caíram 14,29%. Entre as empresas que divulgam resultados amanhã estão Michelin, Schneider Electric, Saint-Gobain, STMicroelectronics e Casino. Frankfurt Na Bolsa de Frankfurt, o índice Xetra-DAX terminou o dia com valorização de 40,09 pontos, ou 0,65%, em 6.242,91 pontos. "O DAX alcançou nova máxima de pontos durante o pregão, em 6.248,80 pontos, mas os volumes foram extremamente reduzidos", comentou um operador; segundo ele, o mercado alemão deverá operar "de lado" nos próximos dias. As ações da Lufthansa subiram 2,43%, em reação à queda dos preços do petróleo. As ações da Techem subiram 18,09%, em reação a informes de que o banco australiano Macquarie teria feito uma oferta para sua aquisição. As ações da BMW recuaram 0,51%, devido à realização de lucros. Software AG, Merck KGaA e DAB Bank divulgam resultados amanhã. Milão A Bolsa de Milão fechou com o índice S&P-Mib em queda de 88 pontos, ou 0,22%, em 39.381 pontos. Operadores disseram que o dia foi marcado pela volatilidade e que as ações de empresas ligadas ao setor de petróleo caíram, em reação à baixa dos preços do produto (Tenaris recuou 1,69% e Saipem cedeu 1,29%). As ações da Fastweb subiram 3,97%, depois de anunciar dividendos. Segundo operadores, a Telecom Italia deverá estar no foco das atenções nos próximos dias, devido à expectativa que cerca a reunião da diretoria da empresa, marcada para quarta-feira. Madri O índice Ibex-35, da Bolsa de Madri, encerrou em alta de 62,70 pontos, ou 0,46%, em 13.620,70 pontos. As ações da Iberia subiram 2,17%; as do Bankinter avançaram 2,63%, em reação a seu informe de resultados, divulgado na sexta-feira. As da Cintra subiram 2,51%, devido à expectativa positiva em relação a seu informe de resultados. A Telecinco divulga resultados amanhã. Lisboa Na Bolsa de Lisboa, o índice PSI-20 registrou acréscimo de 39,56 pontos, ou 0,38%, em 10.503,55 pontos. As ações do Banco BPI subiram 0,34%, em reação a seu informe de resultados; as da Portugal Telecom recuaram 0,31%, devido à incerteza quanto ao futuro da empresa. Banco Espírito Santo, Banco Comercial Português e Jerônimo Martins divulgam resultados amanhã. As informações são da Dow Jones.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.