Mercado aguarda definição de nova taxa de juros

São Paulo, 30 de agosto - Os mercados brasileiros, especialmente os de juros e câmbio, devem operar hoje em compasso de espera pela divulgação da nova taxa Selic. As apostas concentram-se em uma redução na taxa em 0,25 ponto porcentual, menos do que a redução feita na última reunião do Copom, de 0,5 ponto porcentual. Contudo, se o IGP-M de agosto, que também será conhecido hoje, vier abaixo das expectativas, as chances de um novo corte na Selic em 0,5 ponto porcentual aumentam. Nos Estados Unidos, será divulgada a primeira revisão do PIB do segundo trimestre. Se o crescimento do PIB ficar distante das estimativas, tanto para o bem quanto para o mal, o mercado deve reagir, já que as preocupações quanto ao desaquecimento da economia americana ainda não se dissiparam. Copom/Selic - O Comitê de Política Monetária (Copom) termina hoje sua reunião de dois dias e divulga a nova taxa básica de juros da economia (Selic). Atualmente, a taxa Selic é de 14,75%. FGV/IGP-M - A Fundação Getúlio Vargas (FGV) divulga às 8 horas o Índice Geral de Preços - Mercado (IGP-M) de agosto. No mês anterior, os preços tiveram alta de 0,18%. As expectativas para o índice de agosto são de alta de 0,35%. EUA/PIB - Às 9h30 (de Brasília), o Departamento do Comércio dos Estados Unidos divulga a primeira revisão do PIB do segundo trimestre. Na estimativa preliminar, o crescimento do PIB ficou em 2,5%. Para a revisão, as previsões são de aumento, para 3%. EUA/Petróleo - Às 11h30 (de Brasília), o American Petroleum Institute (API) e o Departamento de Energia (DoE) dos Estados Unidos divulgam suas estimativas sobre o nível dos estoques norte-americanos de petróleo bruto e derivados na semana até 25 de agosto. EUA/Discurso - O presidente do Federal Reserve (banco central dos EUA) de Dallas, Richard Fisher, fala durante evento em Dallas (Texas) às 10 horas (de Brasília). EUA/Empresas - O Departamento do Comércio dos Estados Unidos divulga às 9h30 (de Brasília) o indicador preliminar de lucros das empresas no segundo trimestre. Nos três primeiros meses do ano, houve ganho anualizado de 13,8%. EUA/Empregos - A ADP/Macroeconomic Advisors divulga às 9h15 (horário de Brasília) sua estimativa sobre o número de empregos gerados pela economia norte-americana em agosto. No mês passado, a divulgação dessa estimativa, poucos dias antes de o Departamento do Trabalho divulgar os dados oficiais, provocou volatilidade nos mercados.

Agencia Estado,

30 de agosto de 2006 | 07h00

Tudo o que sabemos sobre:
agenda

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.