Mercado de ações do Egito volta a funcionar amanhã

Bolsa de Valores egípcia ficou fechada por mais de um mês em razão dos protestos que derrubaram o presidente do país, Hosni Mubarak

Clarissa Mangueira, da Agência Estado,

28 de fevereiro de 2011 | 09h16

A Bolsa de Valores do Egito voltará a funcionar amanhã, depois de ficar fechada por mais de um mês em razão dos protestos que derrubaram o presidente do país, Hosni Mubarak, informaram fontes do governo.

A reabertura do mercado acionário egípcio foi adiada inúmeras vezes desde o seu fechamento, no dia 27 de janeiro, devido aos temores de que os investidores em pânico se desfizessem de suas ações, à medida que milhares de estrangeiros fugiam do país. O índice EGX30, da Bolsa do Egito, caiu quase 17% em duas sessões consecutivas antes de o mercado ser fechado.

As manifestações populares, que derrubaram Mubarak, foram seguidas por protestos trabalhistas e greves que forçaram os bancos do setor público a ficarem fechados por cerca de uma semana.

A reabertura da bolsa acontece enquanto o Egito parece ter superado a imediata crise política, embora os protestos continuem no país, com os ativistas exigindo reformas mais rápidas dos novos governantes militares. As informações são da Dow Jones.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.