Mercado segue otimista com o Ibovespa

Próximos dias serão influenciados por questões político-jurídicas

Broadcast

31 Março 2018 | 05h00

A maioria dos participantes da edição do Termômetro Broadcast Bolsa se mostra otimista em relação ao desempenho do Ibovespa na semana que vem, embora parte significativa espere pela estabilidade. A fatia mais pessimista, dos que projetam queda, é a menor das últimas enquetes.

De um total de 34 respostas, 14,71% dos entrevistados apostam na desvalorização das ações ante 28,57% na pesquisa anterior. Pela estabilidade, foram 29,41%, de 11,43%. Mas a aposta majoritária continua sendo na valorização (55,88% ante 60,00%). O Termômetro Broadcast Bolsa tem por objetivo captar o sentimento de operadores, analistas e gestores para o comportamento do Ibovespa sempre na semana seguinte.

Os próximos dias serão influenciados por questões político-jurídicas, uma vez que está prevista para o dia 4 de abril a sessão do Plenário do Supremo Tribunal Federal (STF) que julgará o pedido de habeas corpus que evita a prisão do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Na cena eleitoral, também são os últimos dias para novas filiações e mudanças de partido e desincompatibilizações. O prazo se encerra em 7 de abril.

Entre os indicadores da agenda econômica nacional, na terça-feira, haverá divulgação pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) dos dados da produção industrial no mês de fevereiro. Relatório do Bradesco prevê alta de 0,5% ante janeiro, alinhada com a expectativa de retomada moderada da economia brasileira no primeiro trimestre do ano. Também está prevista a divulgação da produção total de veículos em março.

Na pauta internacional, destaque para dados sobre o mercado de trabalho nos Estados Unidos de março, que são relevantes para a avaliação de política monetária local. Ainda, o presidente do Federal Reserve (banco central americano), Jerome Powell, discursa no Clube Econômico de Chicago.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.