Mercados emergentes voltam a despencar

As bolsas de valores em mercados emergentes europeus e de outras regiões que estavam fechadas ontem, quando ocorreu a deterioração dos índices em Nova York e na América Latina, despencam nesta manhã. A pressão atinge também as moedas dos respectivos países. Na Bolsa de Budapeste (Hungria), o índice BUX recuou mais de 3%, mais cedo. Na Bolsa de Istambul (Turquia), o índice IMBK operava em baixa de mais de 6%. A volatilidade nos mercados turcos obrigou o Banco Central a intervir no câmbio, vendendo dólares. A agência de classificação de risco Fitch anunciou que a perspectiva positiva para o rating da Turquia não está tão firme quanto alguns meses atrás. O índice JSE de 40 ações da Bolsa de Johannesburgo (África do Sul) caía mais de 5% por volta das 8 horas (de Brasília), com a desvalorização do rand (moeda local) contribuindo para as vendas e aumento dos temores de fuga dos estrangeiros. O índice RTS, da Bolsa de Moscou (Rússia), cedia mais de 4%. As informações são da Dow Jones.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.