Mercados têm reação positiva, mas leve, à ata do Fed

Os mercados financeiros reagem levemente à ata da última reunião do Federal Reserve (Fed, banco central dos EUA), divulgada às 17 horas (de Brasília). As Bolsas de Nova York apresentam melhora no desempenho e a Bolsa de Valores de São Paulo acompanha o movimento. Às 17h09, o índice Dow Jones cedia 0,29%, contra 0,38% antes da divulgação do documento. O índice Nasdaq zerava as perdas (de 0,07% antes das 17 horas). Em São Paulo, o Ibovespa subia 0,32%, para 45.997 pontos. Se mantiver esse patamar, o índice fechará o dia em novo recorde de pontos - o anterior, estabelecido na quarta-feira passada, é de 45.995,6 pontos. Na ata, o Fed afirmou que os riscos de baixa no crescimento e de alta na inflação diminuíram, mas foi dito também que todos os membros do Comitê Federal de Mercado Aberto (Fomc) concordaram em manter viés de alta para a taxa básica de juros. Na reunião em questão, realizada em 30 e 31 de janeiro, o Fomc decidiu manter a taxa de juros em 5,25% ao ano.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.