Merrill Lynch e Brascan reiteram compra para AmBev

O banco de investimentos Merrill Lynch e a Brascan Corretora reiteraram a recomendação de compra para as ações da AmBev depois que dados da consultoria AC Nielsen mostraram que a empresa foi a que apresentou maior incremento de participação de mercado (market share) em dezembro. A fatia da AmBev cresceu 0,5 ponto porcentual em relação a novembro, para 69,3%. A Schincariol perdeu 0,4 ponto, para 11%, e a FEMSA registrou pequeno acréscimo de 0,1 ponto, somando 8,6%. A participação da Petrópolis ficou estável, em 6,7%. As demais cervejarias dividiram os 4,4% restantes do mercado. A Merrill Lynch e a Brascan Corretora consideram a notícia positiva para a AmBev pois mostram que a empresa segue muito bem posicionada no mercado, apesar dos altos investimentos feitos pelas concorrentes. "Mesmo com toda a investida da FEMSA em propaganda para promover a Sol, a AmBev continuou a aumentar sua participação de mercado", escreveram os analistas Felipe Cunha e Flávio Barcala, da Brascan. A corretora tem preço justo (preço-alvo) de R$ 1.217,37 para AmBev PN (preferencial), com potencial de alta de 15%. O Merrill Lynch aponta preço-alvo de R$ 1.250,00 para as preferenciais da empresa e destaca que os papéis têm bom potencial de alta se comparados a outras companhias da América Latina.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.