Merval dispara 3,38% com alta da siderúrgica Tenaris

O mercado de ações da Argentina fechou com o índice Merval em alta de 55,66 pontos (3,38%), em 1.701,18 pontos. O Merval-25 subiu 3,13% e fechou em 1.672,69 pontos. O volume alcançou 170,5 milhões de pesos, dos quais 130,3 milhões de pesos corresponderam a transações com ações de companhias locais. É a primeira vez desde 3 de outubro de 2005 que o Merval fecha acima dos 1.700 pontos; naquele dia, o índice estabeleceu o nível recorde de fechamento de 1.731,33 pontos. A alta de hoje foi liderada pelas ações da siderúrgica Tenaris, que subiram 10,2%, com 1,65 milhão de ações negociadas, depois de elevação de recomendação pelos analistas da Morgan Stanley. O analista Jorge Alberti, da elaccionista.com, disse que as ações da Tenaris não deverão sofrer uma correção no curto prazo, apesar da alta forte de hoje. "Em qualquer outra companhia, haveria realização de lucros. Mas a Tenaris tem toneladas de demanda, com volumes extraordinários", afirmou Alberti. Também no setor siderúrgico, as ações da Siderar subiram 2,6%; elas vêm subindo nos últimos dias, devido à expectativa de que sua controladora, o grupo Techint, promova um swap com ações da Ternium, nova controladora da Siderar. Antes do fechamento do mercado, a Siderar comunicou à bolsa que não tem conhecimento desse plano. No mercado de câmbio, o peso fechou a 3,0475 por dólar, de 3,05 por dólar ontem. "Foi um dia calmo, com o Banco Central comprando dólares e os exportadores de grãos vendendo dólares", disse o operador Pablo Magnanini, do Banco Galicia. AE-DJ

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.