Metais caem com euro fraco e PIB fraco na Alemanha e zona do euro

Os metais básicos operam em baixa na London Metal Exchange (LME), revertendo os ganhos de ontem, enquanto o euro fraco e dados piores do que o esperado sobre o PIB da Alemanha e da zona do euro pesam sobre as commodities. O cobre atingiu a máxima de duas semanas ontem, depois de notícias de que a zona do euro vai dar suporte à Grécia. Porém não foram anunciados detalhe sobre a ajuda, o que deixa os mercados nervosos hoje.

Danielle Chaves, da Agência Estado,

12 de fevereiro de 2010 | 09h51

 

Às 9h15 (de Brasília), o cobre operava a US$ 6.755 por tonelada, uma queda de 2,7% em relação ao fechamento de ontem. O alumínio caía 1,7%, para US$ 2.021 por tonelada; o zinco recuava 2,8%, para US$ 2.120 por tonelada; o níquel perdia 0,8%, para US$ 18.300 por tonelada; o chumbo declinava 1,6%, para US$ 2.090 por tonelada; e o estanho tinha queda de 0,9%, para US$ 1.025 por tonelada.

 

O feriado do Ano Novo Lunar na China também pressiona os preços porque o mercado de metais deve ficar tranquilo durante as celebrações. O ouro à vista e o petróleo também operam em queda, assim como as ações na Europa.

 

"O apetite por risco vinha aumentando, mas as incertezas permanecem e o euro ainda precisa mostrar uma recuperação sustentada diante do dólar", disse Andrey Kryuchenkov, analista do VTB Capital. As informações são da Dow Jones.

 

Tudo o que sabemos sobre:
METAISLME:

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.