Metais: cobre recua em Londres e NY com alta do dólar

Os futuros de cobre operam em baixa em Londres e Nova York, pressionados pela tendência de valorização do dólar.

Estadão Conteúdo

06 de novembro de 2014 | 10h17

Nos negócios da manhã na Europa, o cobre para três meses caía 0,3% na London Metal Exchange (LME), a US$ 6.620,00 por tonelada. Na Comex, a divisão de metais da bolsa mercantil de Nova York (Nymex), o cobre para dezembro recuava 0,33%, a US$ 2,9975 por libra-peso, às 10h08 (de Brasília).

"O trem do dólar ganhou velocidade nos últimos dias", o que afeta os metais básicos, afirmou a FXTM.

Também há um sentimento de cautela nos mercados de metais antes da decisão de política monetária do Banco Central Europeu (BCE), que será anunciada às 10h45 (de Brasília).

Entre outros metais na LME, o alumínio para três meses caía 0,3%, a US$ 2.054,00 por tonelada, enquanto o zinco recuava 0,2%, a US$ 2.216,25 por tonelada, o níquel subia 0,8%, a US$ 15.450,00 por tonelada, o chumbo perdia 0,5%, a US$ 1.985,00 por tonelada, e o estanho ganhava 0,8%, a US$ 19.800,00 por tonelada. Fonte: Dow Jones Newswires.

Tudo o que sabemos sobre:
metaiscobredólar

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.