Metais sobem junto com euro

Cobre operava a US$ 7.399 por tonelada, uma alta de 0,4% sobre o fechamento de ontem

Danielle Chaves, da Agência Estado,

25 de março de 2010 | 09h43

Os metais básicos operam em alta na London Metal Exchange (LME), impulsionados por uma

recuperação do euro diante do dólar, depois de a moeda europeia ter atingido as mínimas dos últimos 10 meses ontem. O começo da cúpula de líderes da União Europeia, em Bruxelas, colocou uma pausa no enfraquecimento da moeda, movimento que foi acompanhado pelas commodities.

 

Provavelmente os metais continuarão lentamente se aproximando do nível mais baixo das faixas recentes de oscilação em razão do sentimento fraco com relação a essas commodities, segundo Gayle Berry, analista do Barclays Capital. Gayle observou que os indicadores econômicos seguem dando sinais divergentes e contribuindo para a apatia dos investidores.

 

"No momento as preocupações com o aperto monetário na China parecem ter diminuído, mas nós vemos isso como um lembrete de que um limite ao mercado virá no futuro. No entanto, todos os olhos estarão sobre o euro e as questões de dívida soberana", afirmou Will Adams, analista da BaseMetals.

 

Por volta das 8h30 (de Brasília), o cobre operava a US$ 7.399 por tonelada, uma alta de 0,4% sobre o fechamento de ontem. O alumínio caía 0,6%, para US$ 2.209 por tonelada; zinco avançava 1,4%, para US$ 2.240 por tonelada; níquel ganhava 1,4%, para US$ 22.550 por tonelada; o chumbo subia 1,6%, para US$ 2.058,75 por tonelada; e o estanho tinha alta de 0,3%, para US$ 17.550 por tonelada. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
metaiseuroLME

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.