Metais têm queda com investidores à espera do Fed e Bernanke

Mercado aguarda ansioso o resultado da reunião de política monetária do banco central dos EUA e a entrevista que será concedida em seguida pelo presidente da instituição, Ben Bernanke

Danielle Chaves, da Agência Estado,

27 de abril de 2011 | 09h06

Os metais básicos recuam enquanto os investidores aguardam ansiosos o resultado da reunião de política monetária do Federal Reserve e a entrevista que será concedida em seguida pelo presidente da instituição, Ben Bernanke.

Os mercados de metais têm sido pressionados nas últimas sessões, o que fez o cobre cair mais de 3% desde a máxima intraday de US$ 9.710 por tonelada atingida segunda-feira na London Metal Exchange (LME). Os investidores decidiram realizar lucros depois do rali recente do metal.

Analistas e operadores disseram que os metais vão ser guiados pela decisão do Fed sobre juros, especialmente pelo o efeito que isso terá no dólar, e por sinais sobre uma política de aperto monetário do banco central norte-americano. As expectativas são de que Bernanke "dará uma clara indicação de que a política de afrouxamento quantitativo será concluída em junho", comentou Paul Donovan, analista do UBS.

Os investidores temem que um aperto prematuro da política monetária do Fed possa paralisar a recuperação da economia dos EUA, o que seria negativo para os metais industriais que são amplamente usados nos setores de manufatura e construção.

Por volta das 8h (de Brasília), o cobre para três meses negociado na LME caía 1,4%, para US$ 9.412,25 por tonelada; o zinco recuava 0,3%, para US$ 2.254,25 por tonelada; o níquel cedia 0,3%, para US$ 26.560 por tonelada; o chumbo declinava 1%, para US$ 2.533 por tonelada; o estanho perdia 0,8%, para US$ 32.450 por tonelada; e o alumínio operava estável a US$ 2.747 por tonelada.

Em Nova York, o cobre para maio negociado na Comex tinha queda de 1,56%, às 8h55, para US$ 4,2515 por libra-peso. A decisão do Fed sobre juros será anunciada às 13h30 e a entrevista de Bernanke deve começar às 15h15. As informações são da Dow Jones.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.