Mills Estruturas pretende captar até R$ 1,04 bi com oferta de ações

Ínício das negociações das ações objeto da oferta no Novo Mercado da BM&FBovespa tá previsto para 16 de abril. A data de liquidação é 20 de abril

Luana Pavani, da Agência Estado,

30 de março de 2010 | 09h21

A Mills Estruturas e Serviços de Engenharia lança hoje sua oferta primária e secundária de ações, na qual pretende captar até R$ 1,04 bilhão, se exercidos os lotes extras e com o preço por ação calculado no teto da faixa indicativa.

 

A empresa, que atua em locação e montagem de estruturas para engenharia, colocará 37.037.037 ações na oferta primária e 14.814.815 ações na secundária, a serem vendidas pelos atuais sócios Natipriv Global LLC, Península Fundo de Investimento em Participações, Jeroboam Investments LLC e outros acionistas pessoas físicas. Além dessas 51.851.852 ações, poderão ser colocadas até 15% da quantidade original em lote suplementar e outros 14,9% em lote adicional.

 

O preço estimado para a distribuição está na faixa de R$ 11,50 e R$ 15,50, mas será definido após o encerramento do procedimento de coleta de intenções de investimento (bookbuilding), que ocorre de hoje a 14 de abril. Ao preço médio da faixa indicativa, R$ 13,50 por ação, a oferta alcançaria com os lotes extras R$ 909 milhões.

 

O período de reserva para a oferta de varejo, no montante de 10% das ações inicialmente ofertadas, vai de 7 a 13 de abril. O início das negociações das ações objeto da oferta no Novo Mercado da BM&FBovespa está previsto para 16 de abril. A data de liquidação é 20 de abril.

 

Os coordenadores da oferta são Itaú BBA (líder), BTG Pactual e Goldman Sachs.

Tudo o que sabemos sobre:
Mills Estruturas

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.