Mineração e petróleo puxam bolsas européias para baixo

A maioria das Bolsas européias fechou em queda, em movimento determinado pelo comportamento das ações relacionadas aos setores de mineração e petróleo. Os papéis do setor de telecomunicações, porém, subiram em todos os mercados.Na Bolsa de Londres, o índice FT-100 caiu 28,5 pontos ou 0,48%, em 5.850,8 pontos. Entre as quedas de ações de empresas do setor de mineração e petróleo, os destaques foram: Anglo American, com 4,12%; Antofagasta, 2,82%; BHP Billiton, 4,89%; BP, 1,35%; e Shell, 1,45%.No setor de entretenimento, as ações da promotora de apostas e jogos Sportingbet caíram 40% em reação à notícia da prisão de seu executivo-chefe, Peter Dicks, em Nova York. A empresa é acusada de violar as leis estaduais que proíbem jogos a dinheiro na internet.No mesmo setor, as ações da Stanley Leisure subiram 2,4%, depois de a empresa concordar em ser adquirida pela holandesa Genting por 639 milhões de libras.No setor de seguros, as ações da Prudential tiveram alta de 1,37%, depois de o Sunday Times dizer que a resseguradora Swiss Re ofereceu 5 bilhões de libras pela empresa. No setor de telecomunicações, as ações da Vodafone ganharam 1,1%, em reação ao anúncio de que a empresa planeja lançar um serviço de banda larga por linha fixa até o fim do ano.ParisO índice CAC-40, da Bolsa de Paris, caiu 15,26 pontos ou 0,3%, em 5.058,31 pontos. As ações da Total, do setor de petróleo, perderam 1,67%. As ações da France Telecom subiram 3,5%, em meio a especulações de que ela irá adotar um plano de reestruturação. No setor de tecnologia, as ações da STMicroelectronics ganharam 1,84%, em reação à previsão otimista para a área de semicondutores feita por dirigentes da Samsung. FrankfurtA Bolsa de Frankfurt fechou com o índice Xetra-DAX em alta de 3,2 pontos ou 0,06%, em 5.798,46 pontos. "Nos últimos pregões, o DAX passou por uma correção de curto prazo normal, mas as perspectivas continuam brilhantes para o longo prazo", disse um operador. As ações da Deutsche Telekom subiram 3,03%, acompanhando as altas de outras ações do setor na Europa. As da Lufthansa tiveram alta de 1,31%, com o mercado ignorando os dados do tráfego de passageiros da empresa em agosto, que ficaram abaixo das previsões. MilãoNa Bolsa de Milão, o índice S&P-Mib fechou em queda de 131 pontos ou 0,35%, em 37.684 pontos. As ações da ERG caíram 1,9% e as da ENI recuaram 1,76%, em reação à queda dos preços do petróleo.As ações da Pirelli, uma das principais acionistas da Telecom Italia, subiram 4,43%, refletindo a previsão de que a separação da Telecom Italia Mobile (TIM) será positiva para ambas. Operadores disseram que nesta terça-feira o mercado mostrará sua reação ao plano de reestruturação da Telecom Italia. MadriO índice Ibex-35, da Bolsa de Madri, fechou em queda de 26,5 pontos ou de 0,22%, em 12.055,20 pontos. Segundo operadores, a abertura fraca das Bolsas dos EUA não permitiu que o mercado espanhol encerrasse um movimento de realização de lucros.As ações da Metrovacesa subiram 3,35%, em meio a especulações sobre uma oferta de aquisição. As da Telefónica tiveram ganho 0,92%, acompanhando o bom desempenho do setor de telecomunicações.LisboaNa Bolsa de Lisboa, o índice PSI-20 fechou em queda de 45,3 pontos ou de 0,45%, em 9.937,28 pontos. As ações da Portugal Telecom caíram 0,61%. As da Energias de Portugal recuaram 0,97%, depois de rebaixamento de recomendação pela Lehman Brothers. As informações são da Dow Jones.

Agencia Estado,

11 de setembro de 2006 | 14h35

Tudo o que sabemos sobre:
finanças

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.