Mineração, siderurgia, telefonia e construção puxam Ibovespa

Às 12h08, o Ibovespa subia 0,81% aos 62.845 pontos, após ter alcançado a pontuação máxima de 62.922 pontos (+0,93%)

Beth Moreira, da Agência Estado,

19 de julho de 2010 | 12h06

A Bovespa opera em alta neste início de semana, recuperando-se da queda da última sexta-feira, com volume inflado pelo vencimento de opções sobre ações. As ações de mineração, siderurgia, telefonia e construção puxam as altas.

 

Às 12h08, o Ibovespa registrava valorização de 0,81% aos 62.845 pontos, após ter alcançado a pontuação máxima de 62.922 pontos (+0,93%). O giro financeiro era de R$ 2,49 bilhões, com previsão de R$ 8,28 bilhões para o fechamento. No mesmo horário, o Dow Jones subia 0,16% e o S&P 500 registrava alta de 0,08%.

 

Operadores avaliam que os negócios devem ficar travados até as 13hs, quando termina o vencimento de opções sobre ações. A avaliação é de que a opção de Vale deve ser a mais exercida. "A briga entre comprados e vendidos está, principalmente, em cima dos R$ 38,00, mas se ação superar esse preço, o exercício deverá ser ainda maior", avalia um profissional.

 

Vale PNA avança 1,25% e registra o maior giro da Bolsa, acima dos R$ 283 milhões, influenciada pelo vencimento de opções. Vale ON avança 1,28%. Hoje os metais básicos operam em alta, sustentados pela recuperação do cobre, a partir de compras para arbitragem da China.

 

MMX, do empresário Eike Batista, sobe 1,55%, acompanhando a direção da Vale. As siderúrgicas também sobem com Gerdau (+0,78%), Gerdau Metalúrgica (+0,49%), CSN (+0,58%), Usiminas PNA (+1,31%) e Usiminas ON (+2,02%), esta última entre as maiores altas do Ibovespa.

 

Petrobrás PN cai 0,15% e ON sobe 0,33%%. Hoje o preço do petróleo avança mais de 1% na Nymex eletrônica para a casa dos US$ 76,90 o barril. Um operador avalia que o papel está praticamente "largado", por conta da indefinição da capitalização da companhia. O profissional lembra que o giro financeiro da ação preferencial da estatal representa um terço do movimento da Vale, com R$ 98,5 milhões. OGX sobe 1,41%.

 

Telefonia

 

Empresas de telefonia reagem às notícias de consolidação do setor. Brasil Telecom sobe 2,05% e lidera a lista de altas do Ibovespa. Segundo os operadores, a reação do papel se dá em cima da expectativa do mercado de que outros ativos de telefonia móvel no Brasil passem a ser alvo da espanhola Telefónica, após a empresa ter se negado a ampliar o prazo de sua oferta de 7,15 bilhões pela fatia da Portugal Telecom (PT) na brasileira Vivo. O conselho de administração da operadora portuguesa não conseguiu dar uma resposta à proposta na sexta-feira, quando venceu o prazo dado pelo grupo

espanhol.

 

As ações ordinárias da TIM também operaram em elevação. Há pouco, os papéis ON subiam 1,83%, figurando entre as maiores altas do Ibovespa, e os PN avançam 0,64%. Oi PN (antiga Telemar) sobe 1,65% e Oi PNA avança 0,80%. Vivo PN tem alta de 0,29%.

 

Embraer

 

As ações da Embraer, que chegaram a figurar entre as maiores altas do mercado no início do pregão há instantes subiam 0,11%. Hoje a companhia anunciou que fechou novos contratos de vendas de aviões comerciais para a Azul e Trip. A Embraer anunciou também projeções de longo prazo para o setor. A empresa estima que o tráfego aéreo crescerá 4,9% ao ano, em média, pelos próximos 20 anos.

 

Construção

 

As empresas de construção continuam entre os destaques de alta. MRV sobe 1,85%, figurando entre as maiores altas do

Ibovespa. PDG (+0,91%), Gafisa (+0,49%), Cyrela (+0,99%) e Even (+0,38%). Segundo operadores, o setor continua beneficiado pelos bons dados operacionais divulgados até agora - todos acima do esperado pelo mercado.

 

A exceção fica por conta de Rossi, que cai 1,81% e figura entre as maiores quedas do Ibovespa. Operadores lembram que o mercado esperava que os dados operacionais da empresa fossem divulgados na última quinta-feira, o que não aconteceu. "Isso lembra a história do boletim da escola, quando o aluno vai bem faz questão de mostrar as notas para os pais, mas quando não vai tão bem, é normal escondê-lo", brinca um operador.

 

Também figuram entre as maiores quedas do Ibovespa TAM (-1,85%), B2W (-1,74%), Gol (-1,70%), Net (-1,61%), Braskem PNA (-1,14%) e Duratex (1%). Já a lista de maiores altas do índice é composta por Lojas Renner (+1,92%) e Lojas Americanas (+1,62%).

Tudo o que sabemos sobre:
bovespavalepetrobrás

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.