Mittal tenta convencer acionistas da Arcelor em carta aberta

A Mittal Steel Co. reforçou a defesa de sua oferta nesta terça-feira, publicando uma carta aberta aos acionistas da Arcelor nos jornais Les Echos e Financial Times os encorajando a votar contra a aliança do grupo com a concorrente russa SeverStal. Desde o final de janeiro a Mittal, maior siderúrgica do mundo em termos de produção, tenta adquirir a Arcelor, que se defendeu das investidas da rival propondo fusão com a SeverStal.Ontem, a Arcelor anunciou que irá realizar uma assembléia geral extraordinária em 30 de junho para votar a proposta de fusão com a SeverStal e o plano de 5 bilhões de euros em recompra de ações.A carta incentiva os acionistas a votarem contra o negócio na reunião de 30 de junho, alegando que a transação com a SeverStal vai entregar o controle da Arcelor para o executivo-chefe da siderúrgica russa, Alexei Mordashov.Na carta, a Mittal observa que a Arcelor pode usar os acordos com Mordashov como "poison pill" (medidas que tentam impedir a aproximação de interessados em aquisições hostis) contra a oferta da Mittal ao emitir novas ações para Mordashov. "A menos que haja um veto de 50% ou mais dos acionistas o controle da companhia pode ser transferido em uma transação de valor desolador", afirma a carta. As informações são da agência Dow Jones.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.