Moody's coloca rating da Gerdau Ameristeel em revisão para elevação

A agência de classificação de risco Moody's Investors Service colocou a família de ratings de crédito corporativo da Gerdau Ameristeel Corp. (Ba2), US Steel Corp. (Ba1) e Chaparral Steel Co. (B1) em revisão para possível elevação. O movimento reflete uma melhora acima do esperado no desempenho das três siderúrgicas e redução geral no risco financeiro mostrado por essas companhias. A revisão também deve considerar as projeções da agência com relação à duração do atual ciclo de alta do aço. Essa perspectiva "em desenvolvimento leva em conta mudanças fundamentais que parecem ter ocorrido dentro do setor nos últimos anos, principalmente as motivadas pela consolidação". A agência espera aperfeiçoar suas estimativas de médio e longo prazos para o setor do aço durante o período de revisão, que deve se prolongar por aproximadamente dois meses. A revisão das três siderúrgicas deve se concentrar na sustentabilidade das margens, entre outros fatores. No caso da US Steel, a Moody's também vai avaliar o grau de segurança de sua divisão de crédito (atualmente um fator limitador para que a empresa alcance o status de grau de investimento). A US Steel Corp, de Pittsburgh (Pennsylvania), obteve receita de US$ 14 bilhões em 2005. A Gerdau Ameristeel Corp., subsidiária da brasileira Gerdau com sede em Tampa (Flórida), registrou receita de US$ 3,9 bilhões no ano passado. A Chaparral Steel Co, de Midlothian (Texas), anunciou receita de US$ 1,5 bilhão no ano fiscal encerrado em 31 de maio 2006. As informações são da Dow Jones.

Agencia Estado,

06 de setembro de 2006 | 16h06

Tudo o que sabemos sobre:
empresas

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.