Moody’s eleva Petrobrás para A3 e reduz perspectiva para estável

Mudanças são uma reação à elevação do rating soberano do Brasil de Baa3 para Baa2

Danielle Chaves, da Agência Estado ,

21 de junho de 2011 | 15h24

A agência de classificação de risco Moody's Investors Service elevou o rating em moeda estrangeira da Petrobrás de Baa1 para A3 e reduziu a perspectiva da classificação de positiva para estável. Em comunicado, a Moody's afirmou que as mudanças são uma reação à elevação do rating soberano do Brasil de Baa3 para Baa2, anunciada ontem.

A Moody's explicou que vê o rating da Petrobrás duas notas acima da nota do governo brasileiro com base na avaliação "da baixa probabilidade de que a Petrobrás seja afetada no caso de uma moratória geral no Brasil sobre os pagamentos de dívida em moeda estrangeira".

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.