Morador de Presidente Prudente paga contas em ônibus

O Banco Santander Banespa decidiu ampliar o serviço de correspondente bancário em ônibus depois de testar o modelo em 22 veículos na cidade de Presidente Prudente, no interior do Estado de São Paulo. O serviço será prestado em 110 veículos e vai permitir o pagamento de contas de água, luz e telefone, boletos bancários e recarregamento do celular. Atualmente estão funcionando em 22 ônibus. Segundo comunicado divulgado pela instituição, o sistema do correspondente é independente do de arrecadação de passagens. Assim, enquanto uma pessoa utiliza o PagPerto, a outra passa pela catraca. "Esses fatores fazem parte de uma boa estruturação dos processos e da logística que desenvolvemos, o que nos permite ter controle total das operações", afirmou o superintendente de Correspondentes Bancários do Santander Banespa, Luís Ricardo Torniero, em nota distribuída à imprensa. A transação será orientada pelo cobrador, que receberá treinamento para operar as máquinas e atender os clientes que utilizarem o serviço. O Banco pretende alcançar 100 mil transações por mês entre pagamentos e recargas. O valor das contas é limitado a R$ 200 por pessoa e o pagamento só pode ser feito em dinheiro. "O passageiro fica cerca de 40 minutos por dia dentro do ônibus. Com esse serviço, ele usa um tempo ocioso para se beneficiar da comodidade", diz Torniero. Os ônibus estão equipados com um sistema de vigilância com câmera e cofre, com abertura comandada remotamente, sem a participação do cobrador. Toda a comunicação de dados é feita por transmissão GPRS (General Packet Radio Service), tecnologia que permite a comunicação de dados em redes móveis, como telefones celulares, e mantém a conexão permanente de dados. Os PagPerto são pontos de operação bancária voltados, principalmente, para quem tem pouco ou nenhum tipo de relacionamento com instituições financeiras e são instalados em mercearias, farmácias e lojas. Na rede, podem-se pagar boletos (inclusive vencidos, desde que emitidos pelo Banco) e contas de luz, água, telefone e gás.

Agencia Estado,

16 de outubro de 2006 | 11h42

Tudo o que sabemos sobre:
finanças

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.