MP quer responsabilizar VarigLog por dívida trabalhista

O Ministério Público do Trabalho vai entrar com uma ação civil pública na Justiça Trabalhista para responsabilizar a VarigLog pelo pagamento de rescisões trabalhistas e salários atrasados dos funcionários da Varig que estão sendo demitidos desde a semana passada. "Infelizmente, não houve o resultado que esperávamos. A empresa se manteve reticente. Eu acreditava muito que poderia haver uma sensibilidade maior por parte da companhia", disse o procurador do Ministério Público do Trabalho, Rodrigo Carelli.Ele explicou que a ação será ajuizada contra a Aéreo Transportes Aéreos S.A, empresa criada pela VarigLog para comprar e administrar a Varig. Por isso, o promotor acredita que a 8ª Vara Empresarial não deverá interferir nessa ação, já que essa companhia não está em processo de recuperação judicial e, portanto, sob a tutela da Justiça.Ontem, o juiz da 8ª Vara, Luiz Roberto Ayoub, derrubou o bloqueio dos US$ 75 milhões pagos pela VarigLog para a compra da companhia aérea. O bloqueio havia sido pedido por sindicato de trabalhadores, que queriam garantir recursos para as rescisões trabalhistas e salários atrasados.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.