Na volta do feriado, dólar sobe 0,13% para R$ 1,572

Dólar à vista negociado na Bolsa de Mercadorias & Futuros recuou 0,10% para R$ 1,571

Márcio Rodrigues, da Agência Estado ,

25 de abril de 2011 | 17h02

Na volta do feriado prolongado e ainda com volume de negócios abaixo da média, o dólar comercial subiu 0,13% hoje e fechou a R$ 1,572 no mercado interbancário de câmbio. No mês, a moeda acumula queda de 3,56% e no ano, baixa de 5,53%. O dólar à vista negociado na Bolsa de Mercadorias & Futuros recuou 0,10% hoje para R$ 1,571. O euro comercial teve alta de 0,61%, para R$ 2,292.

Sem uma agenda de indicadores que pudesse dar direção mais firme ao mercado de câmbio, a moeda norte-americana ganhou força compradora no fim da manhã, fazendo o dólar se valorizar em relação ao real. Isso se deve, na avaliação de operadores, ao entendimento de que o dólar abaixo de R$ 1,57 "ficou barato". A elevação da taxa Selic em 0,25 ponto porcentual na última quarta-feira, para 12% ao ano, não gerou de imediato um movimento mais forte de entrada de recursos.

"Como o dólar chegou a um patamar muito baixo, os investidores aproveitaram para comprar um pouco", analisa um operador. Ele acrescentou que cresce a percepção de que o atual nível do dólar faz os importadores atuarem mais fortemente e isso leva a um outro movimento de compra decorrente da redução das posições vendidas por parte dos especuladores.

O Banco Central realizou dois leilões de compra de dólar no mercado à vista, com taxas de corte de R$ 1,5720 e R$ 1,5737.

Para os próximos dias, no entanto, os especialistas ressaltam a possibilidade de que movimentos técnicos ganhem força, uma vez que a proximidade do fim do mês costuma gerar rolagem de posições e disputa pela formação da taxa PTAX a ser usada na liquidação dos contratos futuros de dólar.

Câmbio turismo

Nas operações de câmbio turismo, o dólar caiu 1,36% hoje para R$ 1,67 na ponta de venda e R$ 1,53 na compra. O euro turismo cedeu 1,24% no dia para R$ 2,393 (venda) e R$ 2,197 (compra).

Tudo o que sabemos sobre:
câmbiodólareuro

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.