Nasdaq acima de 4 mil pontos pela 1ª vez em 13 anos

O mercado norte-americano de ações fechou esta terça-feira, 26, com os índices Dow Jones e S&P-500 praticamente nos mesmos níveis da véspera, ainda que em território positivo, e com o Nasdaq acima dos 4 mil pontos pela primeira vez em 13 anos (desde setembro de 2000). O Dow Jones fechou em nível recorde pela 42ª vez neste ano.

Agencia Estado

26 de novembro de 2013 | 20h16

O mercado reagiu positivamente aos indicadores do setor imobiliário divulgados pela manhã: as permissões concedidas para novas construções de moradias tiveram um crescimento de 6,2% em outubro, enquanto o índice de preços de moradias S&P/Case-Shiller para 20 regiões metropolitanas subiu em setembro ao nível mais alto desde 2006.

Traders observaram que o Dow e o S&P-500 reduziram suas altas na última meia hora da sessão porque investidores ajustaram a composição de suas carteiras a mudanças nos índices de referência MSCI que entrariam em vigor após o fechamento; segundo os analistas do Société Générale, Apple (+1,84%), Oracle (+0,43%) e ExxonMobil (-0,86%) estão entre as ações com maior redução de peso na revisão dos índices MSCI.

As ações das construtoras subiram em reação aos indicadores do setor imobiliário (Lennar +5,07%, Pulte Group +4,41%). As ações da rede de joalherias Tiffany subiram 8,68%, em reação a seu informe de resultados; as da Barnes & Noble, que também divulgou balanço, caíram 5,96%. As da Hewlett-Packard, que divulgaria balanço após o fechamento, recuaram 0,91%.

O índice Dow Jones fechou em alta de 0,26 ponto (0,002%), em 16.072,80 pontos. O Nasdaq fechou em alta de 23,18 pontos (0,58%), em 4.071,75 pontos. O S&P-500 fechou em alta de 0,27 ponto (0,01%), em 1.802,75 pontos. Fonte: Dow Jones Newswires.

Tudo o que sabemos sobre:
volsas de valores

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.