Nasdaq fecha no nível mais baixo de 2006

O mercado norte-americano de ações fechou com os principais índices em leve queda. No caso do Nasdaq, este foi o sexto pregão consecutivo de baixas; o índice fechou no nível mais baixo de 2006. O mercado ensaiou uma recuperação pela manhã, depois da divulgação do índice de preços ao produtor de abril; os dois indicadores de desempenho econômico divulgados, porém, ficaram em direções opostas (a produção industrial cresceu mais do que se previa e o número de novas construções de imóveis residenciais sofreu queda maior do que a prevista). "O mercado não faz idéia do que fazer com indicadores econômicos díspares, ao tentar determinar a direção futura da política monetária do Federal Reserve (banco central dos EUA). Isso turvou as águas para os investidores", comentou o estrategista John Caldwell, da McDonald Investments. Dentre as componentes do índice Dow Jones, duas empresas divulgaram resultados, ambas do setor de comércio varejista (Wal-Mart +1,35%, Home Depot -5,06%). No setor farmacêutico, as ações da Neurocrine Biosciences caíram 62%, depois de a Federal Drug Administration (FDA) recusar-se a aprovar o medicamento contra insônia Indiplon na dose recomendada pelo fabricante. Isso beneficiou as ações de empresas concorrentes, como Sepracor (+14%) e Sanofi-Aventis (ADR +3,6%). No setor de tecnologia, as ações da Hewlett-Packard, que divulgaria resultados depois do fechamento, caíram 1,64% (é a última componente do Dow Jones a divulgar balanço do primeiro trimestre). As da Apple Computer caíram 4,1%, em reação à notícia de que a Creative Technology abriu um processo contra a empresa, acusada de violar patentes. As ações da General Motors (GM) caíram 2,56%, depois de os trabalhadores ligados ao sindicato UAW votarem a favor de uma greve na Delphi, principal fornecedora de peças para a GM. As ações da Occidental Petroleum caíram 2,2%, depois de o governo do Equador cancelar o contrato que permitia à empresa explorar petróleo no país. O índice Dow Jones fechou em queda de 8,88 pontos (0,08%), em 11.419,89 pontos. A mínima foi em 11.392,67 pontos e a máxima em 11.460,55 pontos. O Nasdaq fechou em queda de 9,39 pontos (0,42%), em 2.229,13 pontos, com mínima em 2.222,80 pontos e máxima em 2.243,74 pontos. O Standard & Poor's-500 recuou 2,43 pontos (0,19%), para 1.292,07 pontos. O NYSE Composite subiu 9,36 pontos (0,11%), para 8.387,57 pontos. O volume negociado na NYSE ficou em 1,696 bilhão de ações, de 1,878 bilhão ontem; 1.716 ações subiram, 1.581 caíram e 148 fecharam nos mesmos níveis de ontem. No Nasdaq, o volume ficou em 2,022 bilhões de ações negociadas, de 2,023 bilhões ontem, com 1.553 ações fechando em alta e 1.501 em queda. As informações são da Dow Jones.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.